Elipse Clínica Multidisciplinar

Psicologia


A Psicologia, palavra de origem grega – psique, "alma", e logos, "estudo" - é a ciência que estuda e trata dos processos e estados mentais, e do comportamento humano, abarcando os sentimentos, os pensamentos e a razão. O corpo e a mente não são separados e existe uma influência de um sobre o outro. Muitas vezes o emocional influencia em nosso corpo trazendo sintomas orgânicos (psicossomáticos).

Na clínica, o trabalho acontece através de psicodiagnóstico e de psicoterapia, que têm como objetivo que o indivíduo conheça a si mesmo, ampliando sua consciência, descobrindo suas possibilidades e potencialidades. A transformação interna resultante deste processo colabora para a melhor inserção no mundo externo, construindo relacionamentos mais satisfatórios. Ao repensar sobre si mesmo, o indivíduo ganha autonomia para a resolução de seus conflitos.

Áreas de atuação

Psicodiagnóstico - é uma avaliação que tem como objetivo conhecer o funcionamento psíquico do paciente, ajudar no diagnóstico diferencial, identificar distúrbios emocionais e sugerir o tipo de intervenção terapêutica apropriada. Para tanto, faz-se necessário o uso de técnicas e testes psicológicos.

Psicoterapia - individual ou em grupo para crianças, jovens, adultos e idosos;

Terapia Familiar breve e Orientação familiar – Junto à família, entender melhor a situação vivida como problema, facilitando o conhecimento e a comunicação entre os membros, para que surjam novas alternativas de lidar com as dificuldades;

Terapia de casal – Em situações de crise, auxiliar o casal a recuperar a possibilidade de comunicação, na busca de uma melhor relação que satisfaça mais a cada um;

Neuropsicologia – A Avaliação Neuropsicológica visa fornecer um perfil cognitivo do sujeito que, combinado à avaliação dos aspectos clínicos e psicológicos, permite auxiliar no diagnóstico, elaborar um planejamento individualizado e orientar sobre o melhor aproveitamento das potencialidades.

É uma avaliação detalhada e objetiva das principais funções mentais: atenção, memória, linguagem, raciocínio lógico, planejamento, percepção visual, capacidade aritmética e outras. Para isto, são utilizados testes específicos, além de questionários e inventários.

Muitas vezes é difícil avaliar o “quanto” alguém é desatento: como julgar se está dentro da variação da normalidade ou se representa, de fato, um problema a ser tratado? O exame neuropsicológico permite identificar e quantificar cada aspecto das queixas do paciente.

Os resultados do exame auxiliam no processo diagnóstico e na diferenciação com vários outros problemas que podem ser parecidos entre si (diagnóstico diferencial) e permitem à equipe e ao neuropsicólogo entender melhor os sintomas apresentados e elaborar estratégias de tratamento.

Queixas mais freqüentes

- Dificuldades escolares;
- Dificuldades de relacionamento;
- Medos excessivos;
- Inibição excessiva;
- Falta de limites;
- Depressão;
- Pânico;
- Stress;
- Stress pós-traumático;
- Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade;
- Transtornos Alimentares;
- Situações de perda ou luto;
- Problemas conjugais;
- Dificuldade no relacionamento com os filhos;
- Separação;
- Infidelidade e traição;
- Dificuldades sexuais.
Você está aqui: Áreas de Atuação Psicologia